Sistemas de fixação

Pregagem

A pregagem é um dos métodos existentes para a fixação do painel ao respectivo suporte. Utiliza-se apenas na fixação em estruturas de madeira e em interiores.
Existem vários tipos de pregos aplicáveis como o de cabeça achatada (plana), em aço inoxidável ou galvanizado, lisos, roscados ou torcidos, resinados ou não em função do suporte.
O diâmetro deve variar entre 1 e 2 mm e o comprimento do prego deve ser 3 a 4 vezes superior à espessura do painel.
As pregagens devem ser realizadas através de pistola pneumática, previamente calibrada.

Colagem

A fixação do painel pode ser feita através de um sistema de colagem, em estruturas de suporte metálicas como estrutura de madeira. Poderá ser utilizado como um complemento à fixação mecânica.
O sistema de colagem é em geral composto por um adesivo (mastique de poliuretano, MS polímero ou híbrido), uma fita adesiva de dupla face e um conjunto de primários para serem aplicados sobre a estrutura e sobre o painel Viroc de forma a promover a aderência.
O fabricante do sistema deverá ser sempre consultado, de forma a respeitar todos os condicionantes e especificações técnicas.
Em países com legislação específica, os sistemas de colagem não são permitidos no exterior devido ao seu mau comportamento ao fogo.

Aparafusamento

O sistema mais usual de fixar o painel Viroc, devido à sua facilidade de aplicação e eficiência, é através de parafusos.
A estrutura de suporte pode ser metálica ou de madeira. Devido à similaridade de comportamento dos materiais, a utilização da estrutura de madeira é mais adequada.
Quando aplicado em exteriores, os painéis Viroc sofrem variações dimensionais com a exposição solar e as diferenças da humidade relativa do ar. Por este motivo recomenda-se a utilização de parafusos de cabeça externa associados a uma furação da placa com diâmetro superior ao do parafuso, possibilitando as dilatações e contrações sem que sejam introduzidos esforços. O tipo de parafuso a utilizar em exteriores deverá ser de aço inox.